MODERNIZAÇÃO DA CONCAR
Em resposta ao crescente reconhecimento da importância do planejamento e da gestão territorial nos três níveis de governo, a CONCAR retoma seus trabalhos com a disposição de desempenhar papel central na promoção dos meios para atender às novas demandas, incorporar capacidades e tecnologias, bem como promover a qualidade e a integração dos serviços e produtos cartográficos nos níveis federal, estadual e municipal.

Para essa finalidade, a CONCAR está empenhada na formação de uma “comunidade”, ou seja, uma estrutura de apoio recíproco para dinamizar e racionalizar a produção cartográfica, além de ordenar o compartilhamento dos dados geoespaciais disponíveis nas várias entidades públicas e privadas. No âmbito dessa comunidade, a Cartografia deve ser reconhecida como o conjunto de técnicas voltadas para tratamento, representação e análise de dados geoespaciais, com o objetivo de elaborar um conjunto expressivo de informações sobre o território, geradas e utilizadas de modo a se obter maior eficiência, efetividade e eficácia da ação pública pela integração das ações com foco no território.

Destaca-se ainda a importância da formação dessa comunidade pelas características da atividade cartográfica, de caráter sistêmico e retroalimentador, para garantir o fluxo de informações territoriais necessárias ao desenvolvimento sustentável de interesse local, regional e global.

Assim, o grande desafio da CONCAR é consolidar-se como fórum referencial para o desenvolvimento e a validação das ferramentas necessárias ao referenciamento espacial da ação pública, fortalecimento como organismo responsável pelos padrões e normas da produção cartográfica nacional, pública e privada.

Em seu projeto de modernização, a CONCAR realizou o Planejamento Estratégico, que desencadeou a definição dos objetivos estratégicos e o levantamento de ações necessárias ao cumprimento de sua missão.

Dentre as ações prioritárias, a CONCAR está procedendo, emergencialmente, a revisão da legislação cartográfica, pois os decretos e leis que regem as atividades cartográficas no Brasil já não atendem às necessidades detectadas no cenário da Cartografia no País. Por isso, a CONCAR está empenhada, inicialmente, na revisão dos três instrumentos legais que definem a composição e o funcionamento da própria comissão, bem como as diretrizes e bases da Cartografia Nacional.